Queimaduras: cuidado!

Na idade pré-escolar, as crianças gostam de brincar de acender fósforos ou isqueiros ou manipular produtos inflamáveis, constituindo-se assim, no grupo de maior risco de mortes em incêndios domiciliares.

Queimaduras por escaldamento devido a líquidos quentes ocorrem em grande frequência, demandando atendimento de urgência e, muitas vezes, hospitalizações. Estes acidentes costumam ocorrer na cozinha, como resultado de derramamento do conteúdo das panelas sobre a criança.

Outras queimaduras podem ocorrer com a água do banho, seja de chuveiro ou de banheira, geralmente porque a temperatura da água não foi testada de forma adequada ou a criança (ou seu irmão) foi deixada sozinha no banho e manipulou as torneiras.

Queimaduras desfigurantes de boca e extremidades ocorrem em consequência de manipulação de tomadas e fios elétricos.

Orientações

  • Estratégias educativas: orientação e educação das pessoas no aprendizado das condutas preventivas;

  • Estratégias tecnológicas: como o álcool líquido é o principal agente das queimaduras graves e a maioria dos acidentes por líquidos quentes ocorre na cozinha, é muito importante que se adotem medidas de modificação do produto (ou do ambiente) como: substituição do álcool líquido pelo gel e modificação do fogão, colocando as bocas maiores na parte posterior;

  • Não carregar a criança no colo enquanto estiver cozinhando, ingerindo líquido quente ou fumando;

  • A presença da criança na cozinha, nos períodos de preparo de refeições, deve ser proibida;

  • As panelas devem estar com os cabos virados para dentro e para trás no fogão;

  • Não usar as bocas dianteiras do fogão para ferver líquidos e frituras;

  • As panelas devem estar em perfeito estado de conservação, sem fundo amassado ou com o cabo quebrado;

  • Não ter em casa frascos de álcool ou produtos combustíveis;

  • Fósforos, isqueiros, velas, lamparinas e lampiões devem ser mantidos em lugar seguro, longe do alcance das crianças;

  • No preparo do banho do bebê, colocar, em primeiro lugar, a água fria na banheira e em seguida a água quente;

  • Fios desencapados representam risco de choque elétrico – crianças que colocam objetos metálicos nas tomadas e levam os fios à boca, podem sofrer queimaduras graves;

  • Todas as tomadas devem estar cobertas com protetores seguros e firmes;

  • Não fumar dentro de casa;

  • Não deixar copos, xícaras ou pratos contendo líquidos quentes perto das bordas de mesas ou pias;

  • Testar sempre a temperatura dos líquidos que oferecerão a criança e da água do banho;

  • Outro perigo é o forno de microondas – mamadeiras aquecidas nestes aparelhos podem ficar com a sua estrutura morna, enquanto que o líquido em seu interior, principalmente na parte superior, pode estar fervendo.

Fonte: Departamento Científico de Segurança da SPSP. Por: Dr. Divino M. Costa e Dra. Renata D. Waksman

Endereço:

Centro Empresarial Jardins do Brasil 

  • Av. Hilário Pereira de Souza, 406/492 - 20º Andar

      Sala 2001 - Torre 2 - Centro - Osasco - SP

      CEP 06010-170

Contatos: 

  • ​(11) 4624-4040 (consultório) 

Estacionamento com serviço de Valet no local para o conforto e segurança dos pacientes. 

Conectividade Wi-fi  em  todos

os ambientes.

© 2019 PequenoSer - Todos os direitos reservados. Imagens ilustrativas.

Resp. Téc. Dra. Estela Maria Marcon Pires - CRM 70.564